• Andrea D. Toledo

Você conhece o novo Guia Alimentar para Crianças Brasileiras menores de 2 anos?


O Guia Alimentar para Crianças Brasileiras Menores de 2 Anos é um documento oficial do Ministério da Saúde, lançado em 2019, com recomendações e informações sobre alimentação do bebê nos primeiros anos de vida, que são decisivos para o crescimento, desenvolvimento e formação de hábitos saudáveis.


É um importante instrumento orientador de políticas, programas e ações que visem proteger e promover a saúde e segurança alimentar e nutricional das crianças brasileiras. Servindo de subsídio para os profissionais de saúde no desenvolvimento de ações de educação alimentar e nutricional em âmbito individual e coletivo.


Com o intuito de apoiar as famílias nos cuidados com a alimentação das crianças, foi lançado esse ano a sua versão resumida com o intuito de facilitar o acesso as recomendações do guia. Trazendo informações sobre aleitamento materno, introdução da alimentação complementar, alimentação saudável, habilidades culinárias e direitos relacionados a alimentação infantil.


Se interessou? Veja os principais assuntos abordados e acesse o documento na integra pelo link disponibilizado nas referências.

Princípios norteadores:

  1. A saúde da criança é prioridade absoluta e responsabilidade de todos.

  2. O ambiente familiar é espaço para a promoção da saúde.

  3. Os primeiros anos de vida são importantes para a formação dos hábitos alimentares.

  4. O acesso a alimentos adequados e saudáveis e à informação de qualidade fortalece a autonomia das famílias.

  5. A alimentação é uma prática social e cultural.

  6. Adotar uma alimentação adequada e saudável para a criança é uma forma de fortalecer sistemas alimentares sustentáveis.

  7. O estímulo à autonomia da criança contribui para o desenvolvimento de uma relação saudável com a alimentação.

Temáticas abordadas


Leite Materno

Orientações sobre o aleitamento materno são abordados: porquê o aleitamento materno é importante; como amamentar; práticas que podem facilitar a amamentação; práticas que podem prejudicar a amamentação; principais dificuldades na amamentação; desmame; como retirar, armazenar e oferecer o leite materno.


Conhecendo os Alimentos

Informações sobre os alimentos e sua função são discutidos: alimentos e seu processamento (alimentos in natura, minimamente processados, processados e ultraprocessados); grupos dos alimentos (feijões, cereais, tubérculos e raízes, legumes, verduras, frutas, carnes, leites e queijos, oleaginosas, condimentos naturais, especiarias e ervas frescas e secas, água)


Habilidades Culinárias

Cozinhar é fundamental para criação de hábitos alimentares saudáveis na criança e na família, sendo necessário o envolvimento de todos os membros da família. Nesse capítulo são apresentados diversas dicas e orientações das práticas culinárias: planejamento do cardápio e das compras, armazenamento dos alimentos, higiene na cozinha (higiene dos utensílios, dos alimentos, higienização das mãos, preparação da solução clorada, qualidade da água), o que fazer com as sobras, congelamento dos alimentos, dicas para preparar as refeições.


A Alimentação Complementar

Diversos cuidados devem ser atendidos para a introdução da alimentação complementar da criança, nesse capítulo o guia traz diversos tópicos importantes: desenvolvimento e alimentação da criança; respeitar os sinais de fome e saciedade; oferta de água; consistência dos alimentos; quantidade de alimento oferecido; não oferecimento de açúcar; utensílios adequados, higiene das mãos; temperatura dos alimentos servidos; posição da criança durante a alimentação; dentição e cuidados com a boca; importância de tomar sol; rotina e horários das refeições.


Alimentação das crianças em cada faixa etária

O aleitamento materno exclusivo é recomendado até o sexto mês da criança, a partir dessa idade a introdução de novos alimentos, deve ser gradual e seguem algumas orientações de acordo com a faixa etária da criança: aos 6 meses, entre 7 e 8 meses, entre 9 e 11 meses, entre 1 e 2 anos. A especificidade de cada fase da criança é discutida e detalhada no guia.


Crianças que não podem ser amamentadas

O melhor alimento é sempre o leite materno para crianças menores de 2 anos, mas existem situações em que o aleitamento materno não é possível e algumas orientações são de grande importância como: o uso das fórmulas infantis (como utilizar, quais opções), a alimentação complementar em cada fase para as crianças não amamentadas, atenção ao uso do leite de vaca.


Direitos relacionados à alimentação infantil

O guia detalha as principais legislações referente a alimentação infantil: licença maternidade e paternidade; horário para amamentar e sala de apoio a amamentação; direitos para as mães com a HIV e para as mães sob medida privativa de liberdade; direito à creche; alimentação escolar; regulamentação de propagandas e comercialização de produtos destinados ao público infantil.

Os doze passos para uma alimentação saudável

1. Amamentar até 2 anos ou mais, oferecendo somente o leite materno até 6 meses.

2. Oferecer alimentos in natura ou minimamente processados, além do leite materno, a partir dos 6 meses.

3. Oferecer água própria para o consumo à criança em vez de sucos, refrigerantes e outras bebidas açucaradas.

4. Oferecer a comida amassada quando a criança começar a comer outros alimentos além do leite materno.

5. Não oferecer açúcar nem preparações ou produtos que contenham açúcar à criança até 2 anos de idade.

6. Não oferecer alimentos ultraprocessados para a criança.

7. Cozinhar a mesma comida para a criança e para a família.

8. Zelar para que a hora da alimentação da criança seja um momento de experiências positivas, aprendizado e afeto junto da família.

9. Prestar atenção aos sinais de fome e saciedade da criança e conversar com ela durante a refeição.

10. Cuidar da higiene em todas as etapas da alimentação da criança e da família.

11. Oferecer à criança alimentação adequada e saudável também fora de casa.

12. Proteger a criança da publicidade de alimentos.


Referências:


Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Departamento de Promoção da Saúde. Guia alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos. Brasília: Ministério da Saúde, 2019. Disponível em:


GUIA COMPLETO:

http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf


Versão resumida:

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf

Últimos posts
Tags