Raio-X do Alimento: Pinhão


Já passou Junho, entramos em Julho, e o que vemos em muitas festas juninas e julhinas do sul e sudeste do país é o pinhão, seja cozido, assado ou simplesmente usado como ingrediente em pratos típicos esse alimento brasileiro está muito presente nessa época do inverno. Com ele é possível fazer farinha, paçoca, bolinhos, pão e até mesmo sopas, risotos e uma grande variedade de pratos.


O pinhão, é a semente oleaginosa da árvore Araucária angustifólia, nativa da região sul e sudeste do país, com maior distribuição nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e menores nas regiões serradas dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. É inclusive, considerada a árvore símbolo do estado do Paraná.


Como fonte de alimentação, o pinhão foi evidenciado como importante fonte alimentar em pesquisas históricas e arqueológicas sobre as populações indígenas que viveram no planalto sul-brasileiro há seis mil anos atrás. Sendo também apreciados pelos os imigrantes italianos e alemães, os quais desenvolveram diversas receitas e uma culinária diversificada. O consumo do pinhão no sul do país é tão tradicional que existe, desde 1989 em Santa Catarina, a Festa Nacional do Pinhão.


Do ponto de vista nutricional, o pinhão cozido é um alimento natural, sendo uma ótima fonte de energia, possuindo cerca de 175kcal a cada 100g. Possui um alto conteúdo de fibras o que auxilia na melhor função intestinal e na saúde da microbiota, promovendo também a maior sensação de saciedade.


Além disso, o pinhão possui índice glicêmico médio e baixa carga glicêmica, fazendo com que não ocorram picos de insulina. Ele possui minerais como zinco, ferro, magnésio, cálcio, sendo fonte de fósforo e rico em vitamina C.


Ainda no pinhão, são encontrados lipídios benéficos para a prevenção de doenças cardiovasculares como os ácidos graxos linoleico (ômega 6) e oleico (ômega 9).

Para você que não sabe como preparar o pinhão confira a receita abaixo:


RECEITA DE PINHÃO COZIDO


Ingredientes:

  • 500g de pinhão

  • 2 litros de água

  • Sal a gosto


Modo de Preparo:

  1. Lave bem os pinhões em água corrente;

  2. Em uma panela de pressão acrescente a água, o pinhão e o sal;

  3. Deixei cozinhar por 40 minutos após pegar pressão;

  4. Desligue o fogo e descasque e sirva.


Dicas:

  • Descasque os pinhões ainda quente, pois facilita.

  • O pinhão é uma opção saudável para os lanches intermediários.

  • Para quem prática atividade física, ele é uma ótima opção para lanches pré-treino, sendo uma excelente fonte de carboidratos.


Referências Bibliográficas:


Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TBCA) 7.1. Disponível em:

http://www.tbca.net.br/index.html


Cartilha do Pinhão, 2 edição, 2015. Disponível em:

https://lacaf.paginas.ufsc.br/files/2015/08/Cartilha-do-Pinh%C3%A3o-edi%C3%A7%C3%A3o-2015-1.pdf

(Acesso em 26/06/2020)

Últimos posts
Tags
Posts relacionados
Comentários
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2020 por NutS - Nutrition Science. Todos os direitos reservados.